19 janeiro 2012

Cuidado com as ciladas do Inimigo


Às vezes, uma coisa simples pode se tornar em uma grande cilada. Nem sempre encontraremos um manual dizendo que determinada coisa é ou não armadilha, até que tenhamos conhecimento do que está diante de nós.
Por isso, é preciso tomar muito cuidado antes de fazer, falar ou aceitar algo que se apresente diante de nós. Buscar conhecer aquilo que está sendo proposto é de extrema importância para que não venhamos cair em uma das armadilhas do inimigo.
Se observarmos bem, toda armadilha é chamativa, ela sempre tem algo capaz de atrair suas vítimas. Todas elas têm alguma coisa dentro que encherá os olhos de sua vítima de desejo.
Quando uma pessoa monta uma cilada, ela está pensando em algo que possa atrair não só a atenção, mas que gere um desejo avassalador naquele a quem deseja aprisionar. Todo inimigo age da mesma maneira, não seria diferente no mundo espiritual.
Ninguém tenta pegar um pássaro colocando um gato dentro da arapuca. Pelo contrário, o algoz fará tudo até que o ambiente esteja propício para chegada da sua vítima. Nessa trajetória, limpará o ambiente, expulsará os adversários e colocará o melhor produto na sua armadilha. Tudo com objetivo de chamar a atenção.
No mundo espiritual é a mesma coisa, o inimigo sempre armará suas ciladas de forma que chame a atenção de suas vítimas. Ele sempre construirá suas armadilhas colocando algo que seja capaz de chamar a atenção do indivíduo, fazendo parecer que aquilo que está diante dos seus olhos seja bom e agradável.
A única forma de não cair nas armadilhas do inimigo é procurando conhecer a verdade, pois diante dela toda mentira se desfaz. Depois, é preciso descobrir as formas como ele age para prender suas vítimas.
Outro fator importante é o da atenção. Muitas pessoas caem porque não estão atentos, andam desligados, fora de sintonia, com a cabeça no mundo da lua. Dessa forma, tornam-se presas fáceis do inimigo.
Por esse motivo Jesus disse: “vigiai e orai, para que não entreis em tentação” (Marcos 14: 38). Quando Ele disse isso estava, justamente, apontando para o fato de que andar despercebido pode levar o homem a cair em uma das muitas ciladas do adversário.
Sabemos que as armadilhas estão por toda parte, que elas se mostram de formar sutil, mas como agiremos diante delas, é o que realmente fará toda a diferença.

3 comentários:

  1. obrigada veio como ajuda para uma pregação!Deus te abençõe.

    ResponderExcluir
  2. Olha juanito Deus te Abencoe!.. Estava precisando dessa palavra.. Bjos. Que a Paz de Deus esteja conosco!

    ResponderExcluir